Medalha máxima da restauração biológica

O The Cru foi distinguido com a medalha máxima da restauração biológica. O restaurante, que é já um dos maiores compradores nacionais de produtos biológicos, orgulha-se agora de ser o primeiro e restaurante biológico certificado em Portugal Continental reconhecido pela entidade reguladora da DGADR (Direção Geral de Agricultura e Desenvolvimento Rural).

Certificado e controlado pela Certiplanet (empresa que certifica os operadores da Agricultura Biológica) e após uma rigorosa auditoria, o restaurante  está agora oficialmente classificado com a Medalha de Ouro da Restauração Biológica.
A agricultura biológica é um modo de produção que visa produzir alimentos saudáveis, de elevada qualidade, ao mesmo tempo que promove práticas sustentáveis e de impacto positivo no ecossistema agrícola.

Na agricultura biológica, não se recorre à aplicação de pesticidas, adubos químicos de síntese, nem ao uso de organismos geneticamente modificados, salvaguardando desta forma a saúde do consumidor e protegendo ainda a saúde dos próprios produtores, que evitam o contacto com químicos nocivos. Este tipo de agricultura preserva ainda o
ambiente da contaminação de poluentes, protegendo os solos e as águas.

No que se refere à produção animal, a agricultura biológica pauta-se por normas de ética e respeito pelo bem-estar dos animais, praticando uma alimentação adequada à sua fisiologia e facultando condições ambientais que permitam aos animais crescer e expressar os seus comportamentos de uma forma natural. É uma produção que privilegia o desenvolvimento natural do animal não recorrendo ao uso de hormonas nem aos antibióticos como promotores de crescimento.

Recorde-se que para além de biológico, o The Cru não utiliza qualquer conservante, aditivo ou alimento processado sendo o primeiro e único restaurante pensado para o grande público capaz de reunir todas as tendências da alimentação saudável: alimentos biológicos, confecionados sem glúten, sem lactose e sem açúcares adicionados.


error: