O Sol…

O Sol…

Agora  que o sol começa a espreitar, começa a corrida ao protector solar…

A Vitamina D ou Calciferol é uma substância derivada do colesterol que funciona como uma hormona e tem grande importância para o metabolismo do cálcio. É produzida e activada no organismo através da luz solar e ultravioleta (UV) com maior absorção feita pelo intestino e pele.

A deficiência está implicada em doenças como o raquitismo, osteoporose, diabetes, artrite reumatoide, esclerose múltipla e outras doenças auto-imunes e o cancro.

Em Portugal os raios UVB estão presentes sobretudo nos meses de Verão entre as 10h e as 16h30, o que bastará 20 minutos ao sol diários para produzirmos a vitamina D necessária. Acontece que esta exposição deverá ser sem protetores solares, caso contrário não se produzirá a vitamina D necessária.

É polémico se pensarmos que a colocação de fatores de proteção da pele tanto pode prevenir o cancro de pele – melanomas, por exemplo, como pode causar um cancro por nos impedir a síntese da vitamina D.

Por este motivo há-que optar por uma exposição ao sol, frequente ao longo do ano (peles brancas cerca de 5 a 15 minutos 2 a 3 vezes por semana e peles negras cerca de 5 a 10 vezes mais) para que nos meses de Verão consiga estar 20 minutos ao sol sem proteção solar, sem ferir a pele e de modo a produzir vitamina D.

Estas medidas em conjunto com uma boa alimentação conseguirão fazê-lo ter a dose que necessita!’



Deixar uma resposta


error: