Feitos de Pessoas Reais. Conheça a Cátia Periquito

Feitos de Pessoas Reais. Conheça a Cátia Periquito

Hoje  damos espaço a mais um artigo do nosso cantinho “Feitos de Pessoas Reais!”

A querida Cátia surgiu no nosso caminho pelas redes sociais. Desde os nossos primeiros passos que nos acompanha e nos dedica tempo, sorrisos e carinho. No dia a dia, no seu instagram, partilha o seu estilo de vida saudável, os treinos, a alimentação,.. É um ponto de encontro onde existem trocas de ideias e de experiências neste caminho de uma vida equilibrada e feliz.

Hoje trazemos um bocadinho da sua história, e acreditamos que irá inspirar muitas outras. É um testemunho sincero e que nos toca.

“Nunca devemos deixar de lutar por Nós”

Conheça um bocadinho da sua história! Somos todos muito mais que uma rede social !

 

“Aos 17 anos foi-me detetado colesterol. Por entre mil desculpas, uma delas é que era genético e eu iria ter sempre tendência para tê-lo, nada me foi receitado por ser muito nova. Apenas fui obrigada a ter cuidados com a minha alimentação. Sempre fui uma miúda com uma estrutura corporal muito forte, não comia muitas coisas más, mas gostava de comer bem (comida da mãe), e quando digo bem refiro-me a 3 bifes e meio quilo de arroz só numa refeição. Tentei a “dieta” várias vezes, mas nunca estive suficientemente motivada para tal. Voltava sempre atrás e o colesterol teimava, claramente, em não desaparecer…

Mas, aos 18 anos, a idade em que nos queremos tornar bonitas, atraentes, e acima de tudo gostar de nós próprias, mudei o que devia mudar: alimentação e exercício que até aí odiava. Fui para o ginásio e rapidamente comecei a perder peso, de 65kgs fui até aos 44. Cada vez mais viciada nesta vida, os cuidados passaram de normais a excessivos, até que as coisas começaram a atingir o limite: sempre adorei estudar, sempre tive notas altas, e a obsessão por ser a melhor, juntamente com os exageros que estava a cometer refletiram-se no meu corpo. Fiquei extremamente magra e o meu equilíbrio emocional começou a desmoronar. Todos diziam que eu tinha uma doença muito grave, o meu corpo estava feio, chorava por tudo e por nada, se não tivesse notas acima dos 16 na faculdade entrava em pânico, nervosismo e noites mal dormidas. Mas, FELIZMENTE, acordei a tempo de prevenir o pior: um distúrbio alimentar.

Percebi que a minha obsessão tinha de mudar, percebi que queria atingir o equilíbrio. Ter uma vida saudável? Sim. Ir ao ginásio ou praticar desporto diariamente? Claro que sim, estou lá todos os dias às 6h45. Mas de forma equilibrada e sustentável. Atualmente ainda tenho de contrariar muitas vezes o meu cérebro em determinadas partes, mas sei que estou no caminho certo. Sou seguida a nível nutricional e acabei por mudar a minha alimentação para algo muito natural. Não consumo alimentos processados, glúten, nem açúcares refinados pois sei os efeitos que possuem sobre o meu organismo. Invento e recrio as minhas receitas. Opto muito pelos legumes, frutas, peixe, carnes e ovos. Dou muito valor à qualidade dos alimentos. Interesso-me muito por blogs e artigos acerca de nutrição, e sinto-me muito feliz em ajudar pessoas que, por vezes, perdem o rumo a nível alimentar e de algum modo me pedem alguma ajuda.

Quero concluir dizendo apenas que nunca devemos deixar de lutar por nós. O amor-próprio é algo que valorizo muito hoje em dia. Lutar pela nossa saúde alimentar, emocional, e a todos os níveis é superimportante.  Pensar em nós e naqueles que nos querem bem! Tudo muda quando nós fazemos por isso! Sejam vocês a darem o primeiro passo. Isto é um estilo de vida, isto não é uma dieta, não é uma obrigação!”

“A healthy lifestyle not only changes your body. It changes your mind, your attitude and your mood”

 

              

Cátia Periquito
Instagram
Facebook


Deixar uma resposta


error: